Renda passiva: como conseguir a sua?

Tempo de leitura: 12 minutos

Você sonha com uma vida melhor, mas não é famoso nem herdeiro de um empresário milionário? Então, você tem que começar a gerar renda passiva.

De fato, a maioria das pessoas vive sem renda passiva. Sua situação é sempre uma das duas seguintes:

  • Elas trabalham 40 (ou mais) horas por semana: precisam cobrir suas despesas e trabalhar para outra pessoa de 8 a 10 horas por dia. Assim sendo, elas não escolhem o que fazer ou quando fazer.
  • Elas têm seu próprio negócio: os empresários online e offline trabalham ainda mais. Eles têm que lidar com a empresa, funcionários, clientes e uma longa lista de possíveis problemas.

E se houvesse outra maneira de trabalhar?

Em suma, uma maneira de trabalhar em que o tempo não é a principal variável. Em que o dinheiro entra no seu bolso sem que você precise trabalhar para isso?

Essa forma de trabalhar é chamada de geração de renda passiva.

Assim sendo, para ajudar você a entender mais sobre a renda passiva, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessado em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

O que é renda passiva?

Renda passiva é aquela que é recebida sem a necessidade de sua presença física ou ação direta.

Ou seja, é a renda que exige que você comece algo (vender um infoproduto, alugar um lugar, coletar direitos autorais…) e que uma vez criados, geram renda quase sem ter que fazer nada.

Assim sendo, a renda passiva engloba toda a renda que não exige uma participação ativa da pessoa (ou melhor, uma participação mínima).

Os benefícios da renda passiva

Bem, o que há de bom na renda passiva? Em suma, por que ela é tão cobiçada e quais são as razões pelas quais atraem tantas pessoas? Bem, por três razões muito simples:

  • Você ganha mais trabalhando menos: ninguém quer trabalhar 40 horas por semana toda a vida. Se houver uma maneira de ganhar o mesmo trabalhando metade, essa será a que vamos querer. E é isso que você consegue com renda passiva: gerar renda mesmo se estiver sentado no sofá da sua casa assistindo televisão.
  • Oportunidade de criar seu próprio estilo de vida: seja você um funcionário ou freelancer, se você oferecer serviços, estará “vinculado” a horários, prazos e clientes. De fato, com a renda passiva, se você a criou da maneira certa, pode escolher como viver, onde morar e o que fazer com sua vida. Você não está ligado a nada ou a ninguém.
  • Liberdade: além de criar seu próprio estilo de vida, a renda passiva lhe dá a liberdade de não ter que responder aos outros, exceto aos seus próprios clientes.

Em suma, os três benefícios estão intimamente relacionados a viver “sem laços” e viver a vida que realmente se quer. 

As melhores maneiras de gerar renda passiva online

Monetize um site com o AdSense

Em suma, com certeza é a forma mais antiga de gerar receita online, ativando o Google AdSense em seu conteúdo, para apresentar publicidade contextual em seu conteúdo.

Avaliação geral deste modelo de renda passiva

  • Competências tecnológicas: análise de palavras-chave, SEO e redação de posts.
  • Escalabilidade: muito bom. Os rankings do Google/YouTube são bastante estáveis. Alguns posts escritos há 10 anos continuam trazendo milhares de visitas passivas hoje, com quase nenhuma manutenção.
  • Investimento inicial: minúsculo, é baseado principalmente no seu tempo. Você terá que criar um blog e escolher um bom domínio. Em seguida, será necessário criar o conteúdo para o momento do lançamento.
  • Concorrência: alta, especialmente nos nichos mais lucrativos.

Marketing de afiliados

A ideia por trás do marketing de afiliados é criar conteúdo em um blog e promover produtos de terceiros (Amazon, Hotmart, Eduzz, entre outros).

A cada venda concluída, você receberá uma comissão de até 12% no caso de produtos físicos. Até 80% no caso de produtos digitais (cursos online).

  • Competências tecnológicas: análise de palavras-chave, SEO e escrever posts.
  • Escalabilidade: muito bom. Os rankings do Google/YouTube são bastante estáveis. Alguns posts escritos há 10 anos continuam trazendo milhares de visitas passivas hoje, com quase nenhuma manutenção.
  • Investimento inicial: minúsculo. Como você promove produtos de terceiros, pode começar a trabalhar em questão de dias. Você precisará de mais tempo e ações proativas para promover seu conteúdo e receber suas primeiras comissões de vendas.
  • Concorrência: cada vez mais alta, o que força você a publicar mais conteúdo e melhorar suas habilidades, como SEO.

Dropshipping 

O conceito por trás desse modelo de negócio é que você opera uma loja online, deixando nas mãos de outras pessoas as questões de logística, distribuição e atendimento ao cliente. Você pode fazer isso com fabricantes que você pode encontrar, por exemplo, na:

  • AliExpress
  • Oberlo

Vamos analisar juntos esse tipo de negócio:

  • Habilidades tecnológicas: médio-alto. Entre criar a loja virtual, otimizar, enviar e-mails e trabalhar com publicidade online, vemos que se você quiser vender, é melhor ser um bom profissional de marketing online.
  • Escalabilidade: se você conseguir se posicionar no Google, os rankings costumam ficar bastante estáveis se você apostar em uma estratégia de palavras-chave de causa longa.
  • Investimento inicial: minúsculo, é baseado principalmente no seu tempo. Você terá que criar um site e escolher um bom domínio. Em seguida, basta configurar sua loja online para começar a operar.
  • Concorrência: o mercado de e-commerce já está muito consolidado.

Publique e-books

Você tem a alma de um escritor e quer escrever um livro? Então por que não, vender seu e-book diretamente na Hotmart ou Amazon, sem passar por uma editora que nunca publica novos autores?

  • Habilidades técnicas: A plataforma Kindle Direct Publisher da Amazon é super simples. E a digitalização do seu livro é feita sem muitos problemas.
  • Escalabilidade: para que seu livro possa vender sempre, ele deve ter valor agregado. Caso contrário, não trará muitos lucros.
  • Investimento inicial: seu tempo. Cuidado, escrever um bom livro não é tão simples. 
  • Concorrência: o setor editorial vem digitalizando há anos. O catálogo é contado em milhões de livros disponíveis. Faça um estudo de mercado antes de começar a escrever sem estratégia.
renda passiva

Venda cursos em plataformas

Crie seu curso online, faça o upload em uma plataforma e venda de forma passiva. Essa é a ideia.

Em suma, você se concentra em suas habilidades e deixa o marketing nas mãos de especialistas em vendas digitais.

  • Competências tecnológicas: você terá que ser capaz de ensinar um tópico e produzir vídeos de qualidade aceitável para que sejam consumidos corretamente pelos alunos dessas plataformas.
  • Investimento inicial: baixo, especialmente depende do seu tempo. Criar um curso online nunca é fácil. Além disso, você também pode precisar investir em uma câmera, microfone e conjunto de luzes, para melhorar a qualidade de seus vídeos.
  • Concorrência: se a oferta digital no setor editorial disparou nos últimos anos, em tópicos de cursos on-line, a maior parte da oferta ainda está para ser construída.

Venda suas criações digitais 

É um modelo de negócio muito semelhante ao anterior.

A ideia é criar produtos digitais simples e vender licenças baratas para uso em mercados online que reúnam potenciais compradores.

  • Competências tecnológicas: você vai precisar de talento e também ter uma visão de marketing para produzir criações que vendem bem porque respondem a uma necessidade real.
  • Escalabilidade: quanto mais produtos digitais você tiver, em diferentes categorias, melhor.
  • Investimento inicial: você precisará do hardware e software necessários para poder fazer suas criações digitais. E acima de tudo dezenas de milhares de horas gastas atrás do computador refinando sua arte. Dessa forma, é principalmente sobre o seu tempo.
  • Competição: algumas categorias são muito lotadas (fotografia), outras (animação 3D) nem tanto.

Monetize seu canal do Youtube

A ideia é criar um canal no YouTube e ir buscar um público segmentado interessado no seu conteúdo.

Os canais que funcionam melhor para monetização são:

  • Tecnologia
  • Análises de produtos
  • Tutoriais

Vamos avaliar juntos esse modelo de negócio:

  • Habilidades tecnológicas: você precisa de um smartphone e um computador, e não ter vergonha de falar na câmera. 
  • Produção de conteúdo: 1 vídeo mínimo por semana.
  • Escalabilidade: se você conseguir entreter o seu público, você pode ganhar muito dinheiro com um canal no YouTube. Falo de 6 a 7 dígitos por ano.
  • Investimento inicial: bem, muitas horas para cultivar o talento e as habilidades que permitirão que você adicione valor aos seus seguidores. Além disso, você gasta principalmente seu tempo, produzindo vídeos novos toda semana.
  • Concorrência: há espaço no YouTube, mas alguns nichos estão começando a ficar muito lotados.

Monetize uma audiência no Instagram

Instagram está intimamente ligado ao Facebook. E um complemento perfeito para um canal no YouTube.

Você pode compartilhar conteúdo rápido (Histórias) e fotos e, assim, aumentar rapidamente um público de seguidores viciados em seus posts.

  • Habilidades tecnológicas: um smartphone com uma boa câmera e vontade de interagir com seus seguidores.
  • Produção de conteúdo: diariamente. É o preço para aumentar seu público no Instagram. E não use robôs para aumentar seu público mais rápido, porque o Instagram vai te penalizar.
  • Escalabilidade: você pode trabalhar com publicidade no Instagram para acelerar seu crescimento. Combinar um canal no YouTube com um público no Instagram geralmente é fundamental para as histórias de sucesso mais marcantes.
  • Investimento inicial: não é necessário muito dinheiro. Você precisa de tempo para postar conteúdo todos os dias do ano, ajudando outras pessoas com suas experiências pessoais compartilhadas no Instagram.
  • Concorrência: há espaço para novas pessoas, mas há alguns nichos que já estão saturados. Nutrição, Exercício e Beleza já são bastante trabalhados.

Venda serviços produzidos em um blog

De fato, serviços sob demanda não trazem renda passiva. É possível se você contratar pessoal qualificado e apenas gerenciar uma equipe.

Mas existem outros tipos de serviços no mundo digital.

Por exemplo, você pode fazer temas e plug-ins para blogs e vender por um valor. 

Em suma, vamos analisar mais esse método de negócio:

  • Competências tecnológicas: você terá que dominar a resolução de um problema específico e ser capaz de automatizar parte do processo de entrega para poder entregar rapidamente.
  • Produção de conteúdo: você pode trabalhar com afiliados e deixar uma comissão de 20% sobre as vendas realizadas. 
  • Escalabilidade: vai depender da capacidade que você tem de automatizar a maior parte do processo. 
  • Investimento inicial: minúsculo, é baseado principalmente no seu tempo. Você vai ter que criar um site e colocar seus produtos a venda.
  • Concorrência: no mundo dos serviços, sempre há concorrência. Sua capacidade de trabalhar profissionalmente fará uma diferença abismal. Se o mercado é enorme, é normal que haja muita concorrência.

Vende acompanhamentos de coaching 

De fato, eu ouço as mesmas reclamações novamente, não é possível ganhar renda passiva dessa forma!

Bem, depende de como você gerencia. Se você fizer isso pessoalmente e em 1 a 1, será difícil para você escalar, na verdade.

Mas se você o criar em formato digital e em grupo, isso já parece melhor.

  • Competências tecnológicas: você terá que ser um grande técnico em seu negócio, capaz de gerar resultados para seus clientes, mas poderá operar seu negócio online sem ter que ser um especialista em marketing digital. É uma atividade técnica, mas não tecnológica.
  • Escalabilidade: parte da escalabilidade está no formato de grupo. Se os grupos forem muito grandes, parte da experiência é perdida. Por isso, é melhor focar em grupos de 5 pessoas e na qualidade!
  • Investimento inicial: você terá que criar um poderoso blog de marca pessoal e encontrar um domínio memorável. E então dedique muito tempo e carinho a isso. De fato, como trata-se da venda de um serviço, você cria uma página de vendas e pode sair e encontrar seus primeiros clientes.
  • Concorrência: esses serviços são bastante novos em geral. E se você opera em grupo, dificilmente deve encontrar concorrentes.
renda passiva

Conclusão

De fato, ganhar renda passiva é algo que todos desejam, não é mesmo? Em suma, para conseguir isso da maneira correta, foque em negócios que realmente tenham futuro. Assim, você não irá trabalhar em vão.

Além disso, dedique tempo ao seu negócio para poder colher os resultados a longo prazo. De nada adianta criar um negócio para renda passiva que tenha prazo de validade, não é mesmo?

Gostou de saber mais sobre a renda passiva? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *