Como investir em criptomoedas: passo a passo completo

Tempo de leitura: 12 minutos

Se você se interessou pela negociação de criptomoedas, mas não sabe por onde começar, este guia é para você. Antes de negociar, é importante saber como investir em criptomoedas, que são as moedas digitais mais promissoras, mas também as estratégias de investimento a serem implementadas para aproveitá-las.

Assim sendo, para ajudar você a entender mais sobre como investir em criptomoedas, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessado em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

Passos simples para saber como investir em criptomoedas

Negociar criptomoedas não é tão difícil quanto você imagina. Se você tem o apoio correto e segue alguns passos simples, é até muito fácil de fazer.

Passo 1: Escolha uma corretora para fazer negociação 

Primeiro de tudo, você deve escolher entre as melhores corretoras de negociação disponíveis no mercado, a fim de começar com todas as chances do seu lado. 

Uma corretora oferecerá todas as ferramentas, mas também treinamento e conhecimento para você aprender mais sobre como investir em criptomoedas.

A eToro é uma das plataformas de negociação de criptomoedas mais populares do mundo.

Criada em 2007, a eToro tem mais de 11 milhões de usuários no mundo. Ela oferece uma plataforma de alto desempenho para investir em mercados de criptomoedas.

No eToro, você pode comprar mais de 16 criptomoedas (incluindo investir em bitcoin, comprar ethereum e muito mais) com taxas baixas.

Sua plataforma social permite que os investidores compartilhem sua experiência e conhecimento por meio de uma plataforma interativa. 

Sua tecnologia Copy Trader permite que os usuários copiem transações bem-sucedidas com 1 clique e se beneficiem de sua experiência, tornando-a uma escolha ideal para iniciantes.

Além disso, a eToro também possui um dos aplicativos de negociação mais fáceis de usar para negociação em qualquer lugar a partir de dispositivos iOS e Android.

Caso prefira investir em exchanges brasileiras – use o Mercado Bitcoin que é a maior exchange da américa latina e a NovaDAX que é uma exchange que está presente em vários países do mundo.

Passo 2: Abra uma conta para investir em criptomoedas

A plataforma recomendada é a eToro. Então, no resto do meu exemplo, usarei a eToro para ilustrar como abrir sua conta, depositar fundos e abrir uma negociação.

Primeiro, abra sua conta na eToro. Para isso, basta seguir os 3 passos a seguir:

  • Encontre e clique no botão “Inscreva-se agora” 
  • Na página da web a seguir, você verá um formulário eletrônico no qual poderá inserir os dados pessoais necessários para abrir uma nova conta.
  • Insira todas as informações pessoais relevantes neste formulário. Entrar via Facebook ou Gmail é uma opção adicional.

Depois que sua conta for criada, faça login nela.

Passo 3: Adicione fundos em sua conta

A plataforma eToro oferece a oportunidade de abrir sua própria conta de negociação com um valor mínimo de depósito de apenas US$200 (USD).

Deve-se notar que todas as contas de clientes são mantidas em dólares americanos (USD). É por isso que seu depósito será imediatamente convertido em dólares americanos à taxa de câmbio em vigor no momento do depósito.

Para sua conveniência, você tem uma variedade de métodos de pagamento à sua disposição: cartão de crédito (Visa, MasterCard), PayPal, entre outros.

Também é possível creditar sua conta eToro por meio do pagamento da transferência bancária, com um depósito mínimo de USD 500. 

Mas, nesse caso, os fundos não serão creditados imediatamente em sua conta, geralmente levará entre 24 horas e 72 horas, dependendo dos bancos.

Passo 4: Abra uma negociação

Depois de fazer login na sua conta eToro, compre a criptomoeda de sua escolha em dinheiro. Você deve então escolher em qual criptomoeda investir.

Na eToro, há mais de uma dúzia deles, desde os mais conhecidos como Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH) ou Ripple (XRP) até os mais recentes que acabaram de ser lançados, como EOS (EOS) ou Cardano (ADA). 

Agora que você já sabe como investir em criptomoedas, vamos ver quais são as melhores opções.

Em qual criptomoeda investir em 2021?

ChainLink (LINK)

A criptomoeda promissora em 2021 parece ser a ChainLink em primeiro lugar. Criado em 2015, o ChainLink é uma das moedas virtuais com uma comunidade comprometida e ativa na web. 

É a primeira plataforma de intercâmbio on-line a usar contratos inteligentes na criptosfera.

Sua operação é semelhante ao Ethereum (ETH). Ele registrou um movimento muito otimista desde o início de 2020, com um preço que se multiplicou por mais de 10.

Monero (XMR)

Se existe uma criptomoeda que deixou os investidores felizes desde o seu lançamento, é de fato a Monero. Lançado em 18 de abril de 2014, esta moeda virtual usa o algoritmo CryptoNote para garantir maior confidencialidade. Em outras palavras, pagamentos anônimos são garantidos por esta criptomoeda.

O objetivo principal é combater a divulgação dos dados pessoais dos usuários da rede peer-to-peer. Apenas o remetente e o destinatário têm acesso ao endereço de uso único criado pela transação. 

O aumento do valor do Monero desde o seu lançamento é certamente explicado por essa exigência de anonimato. 

Embora 2018 e 2019 tenham sido bastante decepcionantes, a estabilidade do Monero continua sendo um ativo não menos insignificante para o futuro, o que torna os investidores mais leais.

Dash (DASH)

Antes da adoção do nome Dash (Digital Cash), a criptomoeda já tinha vários nomes desde o seu lançamento, em 2014, como XCoin ou Darkcoin.

A principal atração da rede Dash é a velocidade das transações. Como Dash quer se tornar a criptomoeda de referência para despesas do dia a dia, seu criador (Evan Duffield) tentou desenvolver uma blockchain rápida.

A privacidade também é importante para a rede que oferece transações anônimas (opção PrivateSend), que é um grande suporte para a Dash.

A outra atração principal é que este projeto é autofinanciado e autônomo, o que significa que a rede não depende de doações externas para seu desenvolvimento e expansão.

Depois de um aumento acentuado nos preços em 2017, os preços agora se estabilizaram.

Stellar Lumens (XLM)

Lançado em 2014 por Jed McCaleb, o Stellar Lumens é agora um dos valores seguros do mundo das criptomoedas.

O blockchain Stellar valida as operações em 2 a 5 segundos. A rede também é capaz de realizar 1000 transações por segundo. Além disso, aplica uma taxa de transação a uma taxa relativamente baixa. Por isso, seus usuários emprestaram a ele o apelido de “Paypal descentralizado”.

Como outras moedas virtuais a serem monitoradas de perto em 2020, a Stellar Lumens registrou um forte aumento em seu preço desde o seu lançamento.

NEO (NEO)

NEO é a moeda nativa da rede NEO. Originalmente conhecido como Antshares, o NEO foi criado em 2014 por Da Hongfei e Erik Zhang. 

Após sua mudança de nome em 2017, o projeto NEO foi encarregado de criar uma “economia inteligente” que envolve a exploração de contratos inteligentes para distribuir eficientemente bens digitais.

Desde que a rede NEO mudou de direção e nome, o token NEO atingiu seu preço mais alto até o momento em janeiro de 2018, com quase US$200. 

EOS (EOS)

EOS pertence à terceira geração de tecnologia blockchain. Sua ambição é simplesmente superar o Ethereum. Montando uma mania sem precedentes, Daniel Larimer, criador da EOS, conseguiu mobilizar uma campanha de arrecadação de fundos por meio de uma impressionante ICO (Oferta Inicial de Moedas) de US$4 bilhões.

Escolher a EOS para diversificar seu portfólio de criptomoedas é uma ideia lógica para esperar ganhar na revenda, mesmo que outros investimentos provavelmente optem pela negociação, dada a alta volatilidade de seus preços.

Vector icon of bitcoin icon

Cardano (ADA)

Lançado em setembro de 2017, Cardano rapidamente alcançou uma capitalização de mercado de vários bilhões de dólares. 

Inspirado no Ethereum, Cardano pretende usar a tecnologia blockchain para muito mais do que apenas pagamentos. Isso permite que os desenvolvedores criem seus próprios aplicativos blockchain usando a plataforma. 

A estrutura de camada dupla de Cardano executa cada camada separadamente, ao contrário do Ethereum, onde as duas camadas estão ligadas.

O Cardano continuou a crescer nos últimos meses. Com um aumento acumulado de mais de 200% desde o início deste ano. Esta performance, sem dúvida, o colocou no centro das atenções nas últimas semanas.

IOTA (IOT)

Lançado em 2015, o IOTA é baseado em um blockchain chamado Tangle. A Iota se destaca das criptomoedas concorrentes, nomeadamente através de parcerias estratégicas com marcas respeitáveis como Cisco Systems Inc. e Samsung Electronics Ltd. para criar um mercado de dados que pode ser monetizado posteriormente.

De acordo com estudos, o mercado de IoT deve chegar a US$ 470 bilhões nos próximos anos.

Tezos (XTZ)

Criada em 2014 pelo casal Breitman, a Tezos é uma das principais criptomoedas que usa contratos inteligentes para fazer transações anônimas e rápidas. Também possibilita a criação de aplicativos descentralizados e usa a tecnologia blockchain.

O protocolo XTZ é na verdade código na linguagem OCaml. Claramente, não é fácil encontrar casos de pirataria ou congelamento de fundos através de uma verificação formal.

Além disso, a Tezos está conquistando o mundo financeiro com uma avaliação total de bilhões de dólares. Empresas de renome optaram por confiar na cadeia Tezos. 

Embora seu preço seja muito volátil, os investidores ganharam dinheiro nos primeiros 6 meses de 2020.

ZCash (ZEC)

Zcash (ZEC) é uma criptomoeda lançada em 2016 por Zooko Wilcox O’Hearn, especialista em segurança de computadores americana com sede no Colorado. Ele queria criar um blockchain privado e não encontrado que também pudesse ser usado como um sistema de pagamento global.

O token Zcash está amplamente disponível nas plataformas de câmbio de criptomoedas mais usadas por insiders, onde você também pode comprar Bitcoins (BTC), comprar Ethereums (ETH) ou investir no Ripple (XRP) para citar o mais conhecido deles.

Além disso, seu preço aumentou mais de 3 vezes desde o início deste ano.

Qual estratégia de negociação de criptomoedas usar?

Existem dois tipos principais de estratégias de negociação para aqueles que desejam usar uma plataforma de negociação de criptomoedas.

Estratégias de conservação de compra e retenção

Essas estratégias consistem em investir em criptomoedas a longo prazo na esperança de aproveitar grandes movimentos de preços navegando nas tendências do fundo que estão se materializando.

Para configurá-lo, é preferível usar uma plataforma de câmbio criptográfico para comprar moedas virtuais. Portanto, você pode mantê-los gratuitamente em uma carteira de criptomoedas on-line ou off-line para uso ou revenda mais tarde.

Quando você mantém seus tokens em vez de revendê-los rapidamente depois de comprá-los, você faz o que é chamado de estratégia de “compra e retenção”.

Para colocar todas as chances do seu lado nesse tipo de estratégia, aconselho que você treine para se tornar um especialista em análise de assuntos atuais.

De fato, as notícias geopolíticas e econômicas têm uma influência considerável nos mercados de criptomoedas. Aprender a ler o sentimento do mercado é uma habilidade comum de todos os negociadores profissionais.

No entanto, para medir a temperatura do sentimento do mercado, você deve aprender constantemente sobre os eventos atuais e ver como os mercados reagem a eles. Para isso, algumas fontes de informação são melhores do que outras.

como investir em criptomoedas

Estratégias de negociação diária

Entre os estilos de negociação mais ativos e agressivos, a negociação diária de criptomoedas é a mais popular.

Principalmente baseados na análise de gráficos (análise técnica), esse método se beneficia de pequenas variações de preços ao longo de alguns minutos a algumas horas, cujos movimentos podem ser amplificados pelo uso de produtos alavancados.

Para um cripto-trader experiente, você deve saber que o aprendizado nunca para, e você precisará garantir que você atualize continuamente seu conhecimento, especialmente no que diz respeito ao uso dos principais indicadores de negociação.

Embora existam indicadores técnicos conhecidos por todos os comerciantes, também há centenas de outros mais ou menos complexos de usar.

No entanto, o princípio deles permanece o mesmo: dá sinais de compra e venda.

Para fazer isso, esses indicadores ajudam você a identificar pontos de virada do mercado ou confirmar que as tendências continuarão.

Portanto, é essencial treinar continuamente novos indicadores técnicos, para permanecer na vanguarda da análise. Isso permitirá que você integre esses indicadores ao seu método de negociação e, assim, evolua-o.

Gostou de saber mais sobre como investir em criptomoedas? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *