Criptomoedas: tudo o que você precisa saber!

Tempo de leitura: 9 minutos

criptomoedas

A tecnologia mudou fundamentalmente a maneira como trabalhamos, nos comunicamos, compramos e pagamos por mercadorias. É exatamente por isso que as criptomoedas estão se tornando cada vez mais populares.

Para ajudar você a entender mais sobre as criptomoedas, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessado em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

O que são criptomoedas?

Para começar, você deve saber que as criptomoedas são uma alternativa de meio de pagamento intangível e descentralizada ao dinheiro tradicional. 

Ou seja, através dessas moedas virtuais podemos realizar operações usando criptografia digital, o que lhe proporciona segurança, sem a necessidade de intermediários.

“As criptomoedas, especialmente o Bitcoin, são empolgantes porque demonstram o quão barato pode ser mover o dinheiro para qualquer lugar do mundo.” – Bill Gates, cofundador da Microsoft

Principais características das criptomoedas

Existem alguns princípios-chave que regem o uso, troca e transações de criptomoedas.

Criptografia

As criptomoedas usam criptografia avançada de maneiras diferentes. A criptografia nasceu da necessidade de estabelecer comunicações seguras durante a Segunda Guerra Mundial, a fim de converter informações facilmente decifráveis em código criptografado.

A criptografia moderna percorreu um longo caminho desde então e, no mundo digital de hoje, é baseada principalmente em ciência da computação e teorias matemáticas. Também deriva da ciência das comunicações, física e engenharia elétrica.

Dois dos principais elementos relacionados à criptografia se aplicam a criptomoedas, hash e assinaturas eletrônicas:

  • O hashing em português verifica a integridade dos dados, mantém a estrutura do blockchain e codifica os endereços de contas e transações de indivíduos. Ele também gera quebra-cabeças criptográficos para tornar a mineração em bloco impossível.
  • Assinaturas eletrônicas permitem que um indivíduo prove que tem uma informação criptografada sem revelar essa informação. Juntamente com criptomoedas, essa tecnologia é usada para assinar transações monetárias. Isso prova à rede que o titular da conta deu seu consentimento para a transação.

Tecnologia Blockchain

Um blockchain é o registro público ou a lista de todas as transações de criptomoedas. Blocos concluídos, compostos pelas transações mais recentes, são registrados e adicionados ao blockchain. 

Eles são armazenados em ordem cronológica como um registro aberto, permanente e verificável. Uma rede peer-to-peer composta por participantes deste mercado gerencia blockchains e eles seguem toda uma série de protocolos para validar novos blocos. 

Cada ‘nó’ ou computador conectado à rede baixa automaticamente uma cópia do blockchain. Isso permite que todos rastreiem transações sem a necessidade de manter um registro centralizado.

A tecnologia Blockchain cria um registro que não pode ser modificado sem o acordo do resto da rede. O conceito de blockchain é atribuído ao fundador do bitcoin, Satoshi Nakamoto. Este conceito tem sido a inspiração para outras aplicações baseadas em moedas digitais e dinheiro.

Mineração em bloco

A mineração de blocos é o processo de anexar novos registros de transações como blocos ao blockchain. Durante esse processo – tomando o bitcoin como exemplo – novos bitcoins são produzidos, aumentando assim o número total em circulação. 

A mineração de criptomoedas requer certos softwares usados para resolver quebra-cabeças matemáticos e, assim, valida as transações legítimas que compõem os blocos. Esses blocos são adicionados ao registro público (blockchain) aproximadamente a cada 10 minutos.

Enquanto o software resolve essas transações, o mineiro é recompensado com uma determinada quantidade de bitcoins. Quanto mais o material pode realizar problemas matemáticos, maior a probabilidade de validar uma transação e obter a recompensa em bitcoins.

Quão seguras são as criptomoedas?

As criptomoedas geralmente são baseadas na tecnologia blockchain. “Blockchain” descreve a maneira como as transações são registradas nos chamados blocos e com carimbos de data e hora. O processo tecnológico é extremamente complexo, dificultando que hackers decifrarem o registro digital de transações criptográficas.

Além disso, todas as transações exigem autenticação de dois fatores. Por exemplo, os usuários devem fazer login com um nome de usuário e senha para iniciar uma transação e, em seguida, inserir um código de autenticação enviado para o celular via SMS.

Mas, embora vários mecanismos de segurança estejam em vigor, isso não significa que as criptomoedas não sejam hackeáveis. Na verdade, algumas startups de criptografia já perderam grandes somas de dinheiro através de hacks. 

Quatro dicas para investimentos seguros em criptomoedas

Investimentos estão sempre associados a riscos. Mas, alguns especialistas acreditam que investir em criptomoedas é uma das opções mais arriscadas. 

No entanto, as moedas digitais são atualmente um dos bens mais procurados. Por isso, se você deseja investir nisso, é importante que você se sinta seguro.

Saiba mais sobre as plataformas

Antes de investir até um centavo, você deve se informar sobre as diferentes plataformas. Essas plataformas oferecem funções para comprar e vender moedas digitais. Portanto, você deve pesquisar, ler avaliações e conversar com investidores experientes antes de prosseguir.

Descubra como você deseja armazenar sua moeda digital

Se você comprar criptomoedas, também deve armazená-las em algum lugar. Para isso, você pode usar uma plataforma ou uma carteira eletrônica.

Existem diferentes tipos de carteiras, todas oferecendo diferentes vantagens, requisitos técnicos e recursos de segurança. Assim como nas bolsas, você deve considerar cuidadosamente escolher a carteira certa antes de investir.

Diversifique seus investimentos

A diversificação é a chave para qualquer boa estratégia de investimento. Isso também se aplica acriptomoedas. Por exemplo, não invista todo o seu dinheiro em Bitcoin só porque você já sabe esse nome. Existem milhares de opções – e é melhor dividir seu investimento em várias moedas.

Prepare-se para flutuações de preços

O mercado de criptomoedas é extremamente volátil. Portanto, você deve se preparar para flutuações de preços. E essas flutuações às vezes podem ser muito violentas. 

Se o seu orçamento não oferece uma segurança suficiente ou o estresse não o deixa resistir, você deve pensar duas vezes sobre investir em criptomoedas.

As criptomoedas são atualmente o tópico número um, mas lembre-se: a tecnologia ainda está em sua infância. Investimentos neste mercado, portanto, representam desafios. Se você quer ganhar dinheiro nesse mercado, saiba mais e invista de forma bastante conservadora no início.

Principais criptomoedas do mercado

Bitcoin: a criptomoeda mais conhecida do mundo

Bitcoin (abreviado: BTC) é uma moeda digital baseada em uma blockchain, que é protegida e definida por criptografia. A rede Bitcoin é a infraestrutura para um sistema econômico e financeiro completamente novo, que é completamente descentralizado e sem intermediários. 

Não há fronteiras nacionais e instituições centrais no sistema, mas esse sistema econômico funciona perfeitamente ponto a ponto, ou seja, de pessoa para pessoa.

O Bitcoin também é a primeira e, portanto, a maior criptomoeda do mundo com o maior volume de negociação, o que é particularmente interessante para os comerciantes.

Ethereum: A criptomoeda número dois

Ethereum (abreviação: ETH) é predominantemente entendido como um ambiente para contratos inteligentes e é considerado um blockchain de segunda geração. Inventado em 2013 por Vitalik Buterin, o Ethereum é mais do que apenas um meio de pagamento. 

Em vez de simplesmente armazenar as moedas no blockchain, é possível executar programas através da chamada Máquina Virtual Ethereum (EVM). 

Essa é a segunda maior criptomoeda depois do Bitcoin em termos de capitalização de mercado e também tem um volume de negociação estranhamente alto em comparação com as moedas concorrentes. 

Acima de tudo, a gama de aplicações práticas é quase infinita. O ETH também deve ser cada vez mais usado no dia a dia. No entanto, ainda é improvável que o preço do Ethereum um dia ultrapasse o Bitcoin, já que a criptomoeda tem o efeito de primeiro movimento.

Ripple: a terceira criptomoeda mais importante

Ripple (XRP) é um protocolo de código aberto para uma rede de pagamentos, ou seja, baseado em um banco de dados público comum. Na versão final, a Ripple deve funcionar tanto como um método de pagamento descentralizado quanto como um mercado de câmbio. 

Diz-se que o Ripple tem um alto potencial de casos de uso e, portanto, foi capaz de subir rapidamente nos primeiros dias. 

Ripple (XRP)

Litlecoin

Litlecoin é outra alternativa potencial às moedas fiduciárias e um rival proeminente do Bitcoin. Seus criadores esperam que, eventualmente, o Litecoin seja usado para pagar por serviços e bens do dia a dia. 

Essa criptomoeda se posicionou como uma alternativa mais prática e tecnologicamente superior ao Bitcoin. As transações através do Litecoin podem ser confirmadas na rede P2P mais rapidamente do que as transações através do Bitcoin.

Em teoria, isso pode tornar o Litecoin mais atraente para negociação, mas na ‘vida real’ as transações em criptomoedas ainda são muito limitadas. Além disso, a “marca” estabelecida pelo Bitcoin mantém a liderança.

NEO

Assim como o Ethereum, o NEO é uma plataforma para contratos inteligentes. Lançada em 2014, o objetivo do NEO era melhorar o Ethereum oferecendo aproximadamente o mesmo utilitário por meio de uma tecnologia blockchain mais sofisticada.

Há muitas pessoas que afirmam que o NEO é uma plataforma superior ao Ethereum, mas, assim como o Litecoin e o Bitcoin, a idade e o melhor posicionamento do Ethereum o ajudaram a manter uma maior participação de mercado.

Gostou de saber mais sobre as criptomoedas? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *