Como criar um infoproduto: passo a passo completo

Tempo de leitura: 12 minutos

Existe uma estratégia que está crescendo nos últimos meses: o lançamento de um produto online. Na última década, os negócios online se desenvolveram muito. De fato, hoje, existem milhares de pessoas ganhando a vida online. Mas como criar um infoproduto?

Infoprodutos ou produtos digitais são uma forma fantástica de gerar renda recorrente.

Atualmente, há saturação em muitos nichos de mercado. Por isso, se você quer se destacar, precisa resolver um problema real ou necessidade do seu público.

Para ajudar você a entender mais sobre como criar um infoproduto, eu preparei o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessado em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

Passo a passo para saber como criar um infoproduto

1. Simplesmente comece!

Você pode pensar que precisa ser claro para começar. Que tudo tem que ser perfeito, ordenado, sem sombra de dúvida… Um grande erro!!!

Como você provavelmente irá errar, quanto mais cedo começar a fazê-lo, melhor.

O problema é que sua mente e seu ego, acredita que você sabe o que precisa ser feito e não importa o quanto outras pessoas lhe digam.

Você pode pensar que sabe o que as pessoas querem porque você o identifica. E esse é o primeiro erro. As pessoas muitas vezes não são como nós.

É por isso que eu sempre dou o conselho para diferenciar três coisas:

  • O que queremos.
  • O que achamos que as pessoas querem.
  • E o que as pessoas realmente querem.

De fato, essas três coisas podem coincidir, mas não precisam coincidir.

2. Crie uma comunidade de seguidores

As vezes pensamos que quando lançarmos nosso produto, as pessoas virão consumi-lo porque desejam que façam isso. Mesmo que elas não nos conheçam.

Mas lamento dizer que as coisas não funcionam assim: ninguém nos conhece e ninguém está esperando por nós. Sinto muito por ser tão cruel. As pessoas não têm interesse no que você faz. E se elas tiverem, ainda não descobriram.

Portanto, outra estratégia é apropriada: antes de fazer qualquer coisa, você precisa criar uma comunidade de seguidores. Através do seu blog, das suas redes sociais ou do que você quiser, mas que as pessoas comecem a te conhecer.

Às vezes me perguntam: o que fazer primeiro: o blog ou o infoproduto? Bem, o blog, para que as pessoas conheçam você antes e ganham sua confiança. 

3. Crie conteúdo alinhado ao seu infoproduto

Só porque você não começa a vender não significa que você já não deve ter em mente o que vai vender. Isso permitirá que você crie conteúdo que atraia o público-alvo certo.

De fato, não faz sentido escrever sobre crescimento pessoal para acabar fazendo um curso de receitas em vídeo.

O negócio é muito simples: se você gosta de finanças, escreva sobre finanças, grava vídeos falando sobre finanças, publique post em redes sobre finanças e crie um infoproduto sobre finanças… que você vende para pessoas que já demonstraram se interessar por finanças!

Não é difícil de entender.

4. Crie seu infoproduto

Este é um passo central, obviamente. Nesse passo, você precisará avaliar várias coisas, desde definir o tema do infoproduto até que forma ele vai ter.

Por exemplo, você irá lançar um treinamento em vídeo ou um e-book?

Depende do que seu público-alvo prefere. Por isso, é importante conhecer muito bem o seu público antes de definir o seu infoproduto. 

como criar um infoproduto

5. Aqueça o público

As pessoas são impressionáveis. De fato, as pessoas são receptivas ao que você diz e faz, com o qual suas palavras e suas ações geram resultados.

Aquecer o público pode significar várias coisas diferentes:

  • Torne visível uma necessidade da qual eles não estão cientes.
  • Fale sobre uma solução que eles não notaram.
  • Fale sobre uma melhoria que pode iluminar suas vidas.

Isso é conseguido falando sobre o assunto e enfatizando certos aspectos.

Também é uma boa estratégia transmitir o processo de criação do seu infoproduto: vou começar a fazer isso, ontem escrevi com muita emoção, já está na metade, estou encontrando esse problema, etc.

Se você também adicionar detalhes pessoais, melhor: eu escrevo na mesa da cozinha, faço isso de manhã cedo com um café, aproveito o fato de deixar meu filho na escola para sair e fazer as gravações, etc.

6. Dê valor ao seu infoproduto

Este requisito e o seguinte são dois dos mais importantes.

Você pode criar muitas coisas, mas o que vende melhor é o mais prático e o que resolve um problema maior.

Você pode falar sobre generalidades, abordagens globais, estratégias dialéticas… Em suma, você pode falar sobre tópicos de lazer ou hobby. Mas as pessoas só vão comprá-lo quando tiverem seus problemas essenciais, seus maiores problemas, resolvidos.

Dessa forma, o infoproduto que vai conseguir mais vendas é o que resolve os principais problemas das pessoas.

Portanto, a chave é o seguinte: falar sobre coisas práticas, de utilidade óbvia, que resolvam problemas importantes.

7. Promova o lançamento do seu infoproduto

Esse lançamento pode significar fazer um desconto temporário no preço do infoproduto ou conceder vantagens ou bônus adicionais, além daqueles que o próprio produto já incorpora.

Não vamos nos enganar: as pessoas querem descontos, ofertas, promoções, presentes… Bem, se elas querem e você quer vender… dê a elas! O que você está esperando?

Por isso, uma boa estratégia é fazer algum tipo de promoção por X dias (limitado no tempo) com algum tipo de vantagem.

E outra boa estratégia é transmiti-lo:

  • Ontem X pessoas compraram o treinamento
  • Esses foram os resultados das pessoas que começaram o curso
  • Passei a noite respondendo e-mails com as principais dúvidas dos meus novos alunos

Esteja perto e diga às pessoas como as coisas estão indo, o que você está sentindo, o que você pensa, o que está acontecendo…

Você é um ser humano e está vendendo (fornecendo soluções) para outros seres humanos. Eles querem conhecê-lo! Você sabe por quê?

Porque, como todo mundo, eles precisam de amor. E vender é um ato supremo de amor porque envolve ajudar as pessoas, melhorar suas vidas, fornecer soluções e tornar este um mundo melhor.

Erros mais comuns ao lançar um produto digital no mercado

Veja os 10 erros que você deve evitar ao entender como criar um infoproduto:

1. Não tenha uma audiência prévia

Antes de querer criar e lançar seu infoproduto, é fundamental que as pessoas lhe vejam como uma especialista no assunto. Assim sendo, você precisa cativar uma comunidade. 

Isso pode ser feito através das redes sociais, do seu blog, seu canal no Youtube… Não importa qual canal você usará, é preciso que um bom número de pessoas te conheça, acompanhe e confie em você!

2. Não deixar sua audiência participar do seu novo produto

O que custa comentar sobre a escolha do título do seu curso, comentar a agenda inicial do seu produto e/ou como escolheu a capa/banner do seu produto digital?

Conversas geram confiança. A confiança incentiva as vendas.

Parece loucura, mas tem gente com blog que decide produzir um produto digital sem nem consultar o público.

Não desenvolva o produto digital que você deseja, mas aquele que seus leitores esperam de você.

Veja as solicitações que chegam até você por e-mail, os comentários dos seus artigos, identifique os tópicos que funcionaram melhor e… faça uma pesquisa antes de iniciar seu projeto!

3. Querer começar do o infoproduto mais fácil

Você tem a capacidade de criar longas aulas em vídeo sobre um determinado assunto? Então porque criar um e-book de 50 páginas, com conteúdo teórico, que você pode vender no máximo a 50 reais?

Se as pessoas comprarem o e-book e não gostarem da forma como você trouxe o conteúdo, esqueça! Elas não compraram o próximo, mesmo se for um super treinamento em vídeo!

Não escolha o mais fácil apenas porque é conveniente. Você corre o sério risco de estragar sua reputação que, como você já percebeu, é seu bem mais precioso. 

4. Querer falar de tudo um pouco

Hoje em dia, a internet precisa de especialista em revolver problemas específicos e não pessoas que sabem de tudo um pouco.

Por isso, em seu canal de mídia e também no seu infoproduto, se especialize! Fale de algo que poucas pessoas sabem e sempre, sempre, resolva problemas!

5. Perder tempo demais no desenvolvimento

Esse é um erro que complementa o anterior: da incapacidade de fechar um escopo e / ou um excesso de excelência. Pare de introduzir coisas/funcionalidades novas a cada 2 dias, caso contrário você nunca terminará seu produto.

Uma dica muito útil: entregue uma primeira versão ao mercado o mais rápido possível, ouça o feedback e melhore sua proposta.

6. Não querer vender o produto digital no seu blog

Não estou dizendo que você não deve pensar em montar canais indiretos e que, neste caso, a Hotmart não é uma boa opção.

Mas é preciso que fique claro para você algumas coisas:

  • As vendas que você faz em seu blog serão mais lucrativas para você (pois não há intermediários). 
  • Seus fãs devem ter um lugar para conversar com você. A Hotmart é uma plataforma de vendas online, não gerenciamento de comunidades
  • Nada impede que você direcione compradores da Hotmart para fazer suas próximas compras em seu blog.

É válido para todos os tipos de produtos digitais.

7. Anunciar o lançamento do seu projeto muito cedo

Ponto interessante. Aqui é importante não falar muito cedo sobre isso para que ninguém “roube” sua ideia, produzindo um infoproduto mais rápido que você.

Além disso, se você anunciar semanas antes a sua intenção de lançar um produto digital, você cria o BUZZ, e no dia em que você o lançar você não terá nada para explicar, apenas colocar um botão de compra.

Você não quer começar a vender 3 meses após o lançamento do seu produto. Mas no dia do lançamento.

Pense nisso!

8. Não ter um grupo de testadores 

Essas pessoas dedicam tempo a você, ajudarão a melhorar seu produto e deixarão os primeiros depoimentos para o teste social da sua página de vendas.

Se você está preocupado com capital, saiba que há muitas pessoas que só querem receber o seu produto gratuitamente, sem receber nada em troca.

9. Não tenha amigos blogueiros

Amigos de verdade, geralmente são poucos. Amigos blogueiros também.

Bem, é isso que quero dizer. Idealmente, é melhor se eles estiverem no seu nicho. Mas se não, então não importa. Todos nós queremos amigos.

Pessoas dispostas a te ajudar, a falar sobre o que você está fazendo, a deixar um testemunho do tipo especialista sobre o seu produto.

É inteligente fazer isso. Por isso, escolha bem seus amigos, para que eles possam ajudar você também na divulgação do seu produto. 

10. Não pensar em maneiras de expandir o ciclo de vida do seu produto digital

É fundamental ter um plano de lançamento e limitar-se a executá-lo como planejado. Lançar um produto digital dá trabalho. Eu não quero te enganar. Mas você certamente quer continuar vendendo depois do lançamento, não é mesmo? 

E então reflita sobre maneiras de estender o ciclo de vida do seu produto digital. Cada produto que você lança deve ter o potencial de criar um mini negócio em um micro nicho. E dessa forma, render renda passiva para você por um bom tempo.

como criar um infoproduto

Conclusão

Depois de ler esse artigo, tenho certeza de que você entendeu como criar um infoproduto, não é mesmo? Não quero te enganar, não é algo fácil de fazer, mas pode lhe trazer resultados muito impressionantes para o resto da sua vida. 

Contudo, para garantir que um produto seja comprado a longo prazo, é fundamental que ele seja de qualidade e que agregue valor as pessoas.

Por isso, durante a fase de ideias, busque conhecer o seu público-alvo e os problemas e necessidades que eles possuem.

Dessa forma, você irá criar um infoproduto que melhora a vida das pessoas e é justamente por isso que as pessoas compram produtos digitais. 

Gostou de saber mais sobre como criar um infoproduto? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *